sobre os últimos seis meses e sobre os próximos seis

olar tu, espero que estejas bem.
Estou escrevendo isso morrendo de sono, mas acho que agora as palavras vão sair.Sério, tem uma trava em mim que tá me impedindo de escrever, de sair de casa, de fazer várias coisas. Coisa mais chata.
...

Cê já percebeu que daqui a pouco então é natal, e o que você fez? 2016 querido, pare um pouco pra eu  respirar. e seja menos esquisito, hein.

Comecei o ano na maior ressaca literária da minha vida. Eu nunca passei tanto tempo desanimada pra leitura, esses foram os únicos livros que li até hoje *eu reli alguns que tenho. mas não estão aí* Tenho uns quatro livros parados na prateleira, que eu comecei a ler mas parei antes das cem páginas. Apesar dessa ressaca, li dois livros que entraram pra minha lista de favoritos-para-vida (O nome do vento e O temor do sábio)

Outra coisa é que mudei de cidade. Do nada. O plano era viajar durante o carnaval pra uma cidadezinha no interior e voltar pra casa, mas aí não voltei. Deixei pra trás meu quarto de paredes pretas e agora durmo em um que até o teto é pink-chokante.
tenho quarto de menina agora 

Ainda estou tentando me adaptar à muitas coisas, mesmo tendo passado meses. Parece que só surge problema depois que a gente mudou, sério. Tá tudo bugado, as pessoas estão bugadas e a vida está cada vez mais bugada por aqui.

Mais uma vez fui vítima do mosquito egípcia que ficou bem famoso por todo o mundo esse ano. E que coisa desgraçada, passaram os meses e até hoje sinto dores. 

hmmmm também me dei conta de que sou uma pessoa que aprende as coisas rápido. E isso é uma qualidade e é algo que eu gosto em mim. Identificar isso, pra mim, é um avanço.

Assisti alguns filmes bons e conheci novas bandas e músicas [música pode salvar vidas, deixa eu registrar isso aqui] 

Apesar de tudo ser confuso até agora, eu pesquisei bastante sobre muitas coisas. Tô aprendendo a sonhar, a ter fé e esperança nas coisas. Não é fácil e é algo gradual. Como eu já devo ter dito antes, venho me esforçando muito, muito mesmo pra vencer uma guerra.

Por isso, mesmo que seja estranho, quero fazer dessa outro pedaço de ano um ano novo. O sentimento de renovação que a maioria das pessoas têm no inicio do ano na hora de fazer metas pro ano é o que eu quero agora pra esse novo semestre.

mas não serão metas, serão conselhos.


olar eu, espero que estejas bem :)

Sei que é difícil pra você, mas tenta ter mais foco nas coisas que tem valor de verdade.
Quero que tu trabalhe mais também. ESTUDAAAAAAAAAAAAAAR, per favore.
E faça exercícios, pq sei que tu gosta e sente falta disso. Compra uma corda de pular nova e quando tiver grana sobrando, compra um tênis de corrida e corre por aí. Se tu gosta, vai lá, mesmo que seja sozinha.
Não se obrigue a ler os livros pesados que estão parados na estante. Se quiser, releia os teus livros preferidos. Só não fique sem leitura.
Aprenda a enxergar que as pessoas sempre estão aprendendo a viver. 
Dê mais chances.
Se dê uma chance também. Se cuida mais, guria. Tenta gostar mais de você.
Respira, porque ansiedade só é gastar combustível pra nada.
E tenta desencanar desses pensamentos idiotas. Dessas ilusões que tua mente se acostuma, mas que não estão acontecendo de verdade e que não são suficientes. 

E é isso.

I'm bringing my sinking ship back to the shore
We're starting over, well, head back in
There's a time and a place to die but this ain't it
If there's a future we want it 
Now

foto linda daqui






























beijo no coração

de novo

Nem sei como escrever esse post.
Acontece que eu tenho muita vontade de voltar a blogar, mas vem algo e me desanima de voltar a escrever aqui. Sei lá.
Mas cá estou eu, finalmente.

foto bonita daqui
Olá, meu nome é Sara - sem h, pfvr - e sou um ser humano-quebrado tentando voltar a escrever aqui. Na última vez que escrevi algo nesse blog, eu estava entrando no red carpet de uma crise que durou meses. Ela ainda está rondando por aqui, mas digamos que suavizou um pouco.
E agora estou sentindo o modo hard dela se aproximar outra vez e o que eu resolvi fazer? Escrever no blog. O porquê eu ainda não sei direito, mas eu acho que escrever aqui me ajuda um pouco.
Era terapia para mim ler o que eu escrevia e ler os comentários dos leitores; me fazia bem.
E eu tô muito cansada de perder a luta contra essas coisas ruins que me seguem.

Cansei de escrever sobre isso.

Resumindo: olá pra você que está lendo. se você conhecia esse blog antes do agora, seja bem vindo e saiba que eu pretendo fazer umas mudanças por aqui [espero que sejam boas]. e se você não conhecia, seja bem vindo também.

agora vem o que tenho a dizer sobre mim, ok. 

gosto de música, de séries e filmes.  gosto do sherlock. tô terminando de assistir the mentalist agora. ainda não sei o que vou cursar na faculdade, eu já deveria saber né? quero um cachorro. e quero começar a beber chá verde, me disseram que é bom. bolo e pão de queijo. fotografia. livros, livros, livros e livros. livro é meu sobrenome.
gosto de imaginar minha vida conhecendo vários lugares e fotografando eles. gosto de blogs.
SOU A LOUCA DOS GIFS.
e talvez eu escreva aqui sobre tudo isso e outras coisas mais.

hm, não consigo pensar em mais nada pra postar nesse primeiro post do blog.

(estou escrevendo sem as maiúsculas, isso é hábito do twitter, sorry)

enfim, estarei sempre aqui mesmo que demore um pouco pra atualizar.

beijos no coração.
[tô ouvindo essa música, ela é tão legal :)]


ps1: apaguei os posts antigos, mas não por muito tempo. como eu disse, eu gostava deles.
ps2: não estou mais contente com o nome do blog, por isso, talvez vá mudar mais tarde
ps3: esse post pode não fazer tanto sentido, mas fazer o que, se fizesse sentido, não seria meu.
ps4: estou emocionada de voltar aqui e atualizar