(enquanto não respirava)

eu tenho uma apresentação do último trabalho do semestre. qual a pontuação? a pontuação máxima do semestre. 
ou seja: dependo desse trabalho pra passar.
olha só: eu não tô levando muita fé em mim nesse curso, porque já mencionei aqui no blog algumas vezes e surtei várias vezes no twitter sobre a minha capacidade nula de saber o que quero fazer da vida. 
mas eu cobro muito de mim. muito mesmo. sou meu próprio carrasco. e mesmo não sabendo com certeza se vou continuar no curso próximo semestre, estou super preocupada aqui.
na verdade, estou no meio de uma crise de ansiedade.

hoje a fátima bernardes resolveu falar sobre isso no seu programa, e algumas pessoas lá - que sofrem disso também - junto com uma médica, falaram coisas que me surpreenderam. coisas que OU eu não tinha percebido ainda OU coisas que eu me identifiquei tanto, que cheguei a chorar.

sério. chorei. só um pouco, poucas lágrimas (porque nesse momento estou querendo chorar de verdade, tô querendo um choro torrencial pra ver se essa angústia passa)

e chorei por saber que eu tenho isso e não gosto de ser assim. e por saber que tem gente que sabe o que é que eu tenho. chorei por saber o que eu tenho. foram poucas lágrimas, mas seriam muitas se eu não fosse tão iceberg do titanic.

descobri coisas novas, um dia compartilho, que legal; 

lágrimas caíram lendo um textinho de um blogzito também.

e tudo isso aconteceu durante o tempo em que eu deveria estar estudando. 
olha só.

e eu tô aqui me sentindo tão tão culpada por isso. 
eu não vou ler esse post, mas queria escrever por motivos de:

quando tudo isso passar, quero ler esse post pra ver como eu estava ~horas atrás~ 
isso se eu não morrer né, pq nunca se sabe.

eu tô suando muito, não consigo parar de digitar. 
mas vamos lá. tenho que fazer meu almoço, estudar um pouco mais e me arrumar pra ir pra faculdade. 
vou tentar chorar um pouco pra ver se melhora, mas né. vamos ver.
boa sorte sara. 
volta aqui mais tarde,

qualé meu nome? ~

Resultado de imagem para what my name gif tumblr dory
.
sabe uma coisa doida que tá acontecendo comigo? eu não estou me reconhecendo pelo meu nome. acho tão estranho quando as pessoas falam 'sara' comigo. ESTRANHO. é como se não fosse eu. eu sempre gostei do meu nome, nunca me incomodei, nunca quis um 'h' no final ou que ele fosse diferente. mas, todo dia, quando as pessoas falam comigo, parecem que estão não estão. 
que coisa louca.
não tá mais servindo 'sara' pra mim. mas aí eu fico pensando: qual nome serve pra mim? aí não sei também. 

amanhã passo aqui.

CATAFLOR - setembro fotográfico

saio por aí juntando flor por flor. só pra te mostrar o que a vida fez com todo amor só pra ti. 

aye!
nem postei as fotos da semana anterior porque não tinha foto. nem tempo também. 
mas essa semana vai dar porque o tema é primavera (SEJA BEM VINDA SUA LINDA) e sabe o que sara mais tem na galeria do celular? FLOR.

acho que são coisas tão bonitinhas e tão incríveis, que quando vejo uma, fico louca.
por sorte, minha avó tem um quintal com várias florzinhas. 

tô querendo plantar um monte dessas miudezas bonitas em algum vaso aqui em casa, porque no chão não dá (motivos: haru)

(aliás, tentei tirar foto bonitinha do haru com flores, mas ai ele comeu as flores)

essa daqui são flores do outro lado do muro duma casa aí. tirei faz tempo. tempo mesmo.

avistei essas mocinhas brancas de longe no local onde trabalho nos domingos. tem um monte delas.

moças solitárias no quintal da minha avó.
amei essa
não gostei muito das cores que a foto saiu, mas é flor é flor.

marelinha

umas florzinhas que minha avó tem no quintal. coisa mais linda.

a majestade do quintal.

enfim, se tu aí tiver participando do projeto, deixa o teu link aí pra eu dá uma olhada.
e se não tiver participando e tiver um link legal aí, pode deixar também.
beijo no coração.
grupo amorzinho

o que faço todo dia - setembro fotográfico

tentei postar isso mais cedo, mas como voce verá, minha rotina é linda e cheguei da faculdade agora: são 1:00h da madrugada! yupi!

olá.
sabe de uma coisa que eu gosto, gosto mesmo? fotografia.
e uma coisa que eu sempre quis fazer? projeto fotográfico com outras pessoinhas.

eis que agosto foi bagaça, setembro tá muito corrido por n motivos e eu resolvi participar de um projeto fotográfico com pessoinhas do grupo lindo Se organizar, todo mundo bloga.

só que aí não tive tempo pra fotografar NADA. nada. só aleatoriedades, e o tempo passando e eis que chegou o dia pra postar as fotos do tema e tenho quase nada aqui pra colocar.

ou seja, aqui vai na base da gambiarra mesmo. fotos aleatórias, algumas editadas, outras sem edição mesmo. não queria que fosse desse jeito e nem sei se vou cumprir o propósito do projeto, mas... enfim. desculpa por isso.

o tema da semana foi rotina, e eis minha rotina.
vou avisando: é chata.

acordo.
(e essa amiguinha todos os dias está pertinho da minha janela, que fica pertinho da minha cama)
(sério, todos os dias, virou rotina já)
(espero que eu nunca acorde com ela andando pelo meu rosto)
(olha os olhinhos dela)

às vezes tomo café da manhã, às vezes não.
dou atenção ao menino haru.
minha coisa fofa e bagunceira
às vezes trabalho, às vezes não.
estudo algo, porque sempre tem algo pra estudar.
às vezes almoço, às vezes não.
(e, dia desses, esse foi meu almoço. claro, tudo frito e misturado com arroz. nem sei pra que tirei essa foto)

sempre aparece alguma outra coisa pra fazer. sempre.
à tarde, vou pegar o ônibus pra ir pra faculdade.
e o cachorro não quer deixar eu ir.

chego na faculdade à noite.
chego uma da madrugada em casa.
daí se tiver alguma coisa pra fazer a mais, eu faço. senão
durmo.

sempre estou tentando fotografar algumas coisas.

e sempre estou tentando ler algo; como eu disse, estou numa ressaca literária dozinferno. mas, finalmente, estou conseguindo voltar ao meu ritmo e devorei esse queridinho em um dia.

e to escutando muito o som desse homem. ouve só que voz o leonardo tem. sem falar que a letra dessa canção é muito ♥

e essa sou eu numa sexta-feira a noite, como hoje. só resta o bagaço de mim.
Resultado de imagem para tired gif

o post tá doidão, mas é um belo jeito de representar a minha rotina ultimamente: doidona.
eu não queria que esse post fosse assim, mas é o que saiu. sorry. vou tentar melhorar no próximo.
e são duas da manhã já. eita. vou dormir.
feliz sábado procês.
beijo no coração.