As vantagens de ser invisível, de Stephen Chbosky

20:12

Estou eu aqui escrevendo sobre mais um livro. Dessa vez, é o "As vantagens de ser invisível", do Stephen Chbosky.

SINOPSE: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe [...]encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.[...] Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário. Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

O livro é feito por cartas, escritas pelo Charlie para alguém, a quem chama de Querido amigo. A narrativa é bem leve, um livro gostoso de se ler, o Charlie nos mostra através dessas cartas, o modo que ele vê o mundo. Dá pra notar que ele é bem ingênuo, (muito) sensível, observador e muito inteligente ~coisa que ele não percebe~ No começo do livro, ele é solitário, o seu único amigo se suicidou e pá: ele está sozinho. 
Mas daí ele conhece Patrick e Sam, que meio que "apresentam" à ele a sua adolescência, o caminho do auto-conhecimento.
Sam batucava com as mãos no volante. Patrick colocou o braço para fora do carro e fazia ondas no ar. E eu fiquei sentado entre os dois. Depois que a música terminou, eu disse uma coisa: "Eu me sinto infinito." <3333
A partir daí, o autor aborda vários temas polêmicos, como drogas, sexualidade, gravidez na adolescência, etc. O que gostei nessas partes é o modo que Charlie encara essas coisas, ainda com sua inocência. Isso fez com que eu me apaixonasse ainda mais por ele. Porque, geralmente, quando um adolescente tem contato com outra coisa 'nova', ele muda de atitude, de modo de pensar, e o Charlie não. Ele continua sendo o mesmo garoto, mesmo xingando, fumando, bebendo... 

Cara, eu me assustei pelo fato de ele ser bem chorão. Mas passei a entender os motivos. Tem um certo drama com a morte da Tia Helen dele, que, no começo eu até achei chato; mas no fim, vi que essa tia dele tinha muito envolvimento na trama; no Charlie. Mas isso vocês só descobrem no final, hehe xD

Curti o livro também, por ter indicações de livros, filmes e músicas (comecei a ouvir The Smiths depois desse livro, rs)

A leitura mudou o meu modo de ver certas coisas da minha vida. Me identifiquei muito com o Charlie, até agora fico confusa se, nessa história eu seria ele, ou seria o Querido amigo. Difícil responder. Só sei que, depois ao ler, me senti infinito.

Tumblr_mih3ir7hg51rx5mqro1_500_large

Minha nota para o livro: ♥♥♥♥♥ (5/5)

*tem o filme também, ainda não assisti, mas quero muito * Super recomendo o livro!

E vcs, já leram ou já assistiram?
Comente!

Beijos
da
Shar
;*


Você gostaria de ver

2 comentários

  1. Hellow, fia! Nossa tô muito afim de ler esse livro, já li algumas resenhas, e todas tem mais ou menos o mesmo contexto, agora só falta $$$ pra mim comprar kkkk :p, adorei aqui, fia! Xero.
    http://pireidevez.com/

    ResponderExcluir
  2. Cara, esse livro (e o filme) ta muito famoso! To realmente muito curiosa para ler, só ouvi elogios...
    caveirasrosas|blogspot.com

    ResponderExcluir

olá, obrigada por comentar!
sim, vou responder seu comentário e se você deixar o link do teu blog aqui tentarei fazer uma visita, e, quem sabe, marcamos para tomar sorvete qualquer dia desses.
beijos no coração!