Somos apenas instantes

19:03

Olá.
Hoje minhas aulas foram suspensas, pois uma colega minha faleceu. Disseram que depois que ela comeu um sanduíche (retirei o nome da empresa porque acho que é meio antiético, sei lá. Enfim, tirei, ok?)  ela adoeceu. Dois dias depois, ela não estava mais viva. Enfim, tô escrevendo aqui porque me chocou muito e eu estava precisando falar sobre isso. A morte é inesperada e é cruel. Cara, eu nem falava direito com a menina, mas tô mal aqui. Imagina a família e os amigos. As pessoas que conviviam há anos com ela. Cara. Que triste. Eu vi a garota há pouco tempo. E agora, nunca mais. É tão esquisito. Provoca tristeza. E raiva.
Sei lá, passei o dia pensando no que faço da minha vida. Às vezes acho que tudo o que fiz até agora não valeu de nada. As coisas por quê chorei valeram realmente a pena? Meu cansaço vale a pena? Brigar por isso vale a pena? Lutar por isso vale a pena? Planejar o futuro pra quê? Se não houver amanhã? Não tem mais nada né, porque a morte é decisiva. Se ela chega, chegou. É isso ou isso. Acabou. Escuridão. Fim.
Planos, sonhos, tudo não tem vez com a morte. Enfim, eu não sei mais o que falar. 
Me falaram algo como: devemos nos dedicar inteiramente às coisas que realmente valem a pena. Porque é assim, só basta estar vivo para morrer.
E é verdade.
Eu sinto muito, muito mesmo por esse terrível acontecimento. 
Espero que Deus dê força pra família dessa garota. 

Se Deus te desse só o amanhã pra sentir o que nunca sentiu, sentira? Qual seria sua próxima oração? Cartas ao remetente

Você gostaria de ver

12 comentários

  1. Nossa que coisa louca. Assim a gente vê que a vida é frágil. Mas depois de comer um sanduiche.... Eu também penso muito sobre essas coisas. Eu sou uma pessoa muito depressiva, sabe? Na maior parte do tempo eu não estou 100% e envolve muitos fatores, mas eu estou tentando sempre tentando fazer valer a pena. Eu penso que a vida termina tão rapido e de repente. E muitas vezes ela nao faz sentido e parece que nao vale a pena ser vivida, mas acho que vale a pena.

    P de Paranoia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nami, me identifiquei muito nisso que você falou: eu sou bastante depressiva também e não estou o tempo todo totalmente nesse "estado", mas sempre estou. Intensidade diferente a depender de muita coisa, mas sempre sou. E tenho muita raiva disso.
      Realmente, às vezes me pego pensando em desistir da vida, sei lá, me dá uma vontade T_T Mas tem algo em mim que, por incrível que pareça, é otimista e diz que vale a pena viver. Eu até me sinto mal dizendo uma coisas dessas, pois tanta gente que tinha um futuro, tinha sonhos, planos na vida vão embora cedo. Mas enfim, é isso.

      Excluir
    2. Essas coisas são complicadas. Sabe, acredito numa teoria que diz que o que o ser humano tem de mais forte é o instinto de sobrevivência. Por mais que estejamos mal ainda nos agarramos fortemente a vida. Eu sei como é essa coisa que sempre esta lá. Eu também me sinto bastante frustrada porque tenho pessoas que tentam me alegrar e eu simplesmente não consigo ficar bem. Eu também penso bastante nessa coisa de desistir, esses tempos tem ficado pior, mas eu estou tentando melhorar. Hmm se um dia quiser conversar, pode me falar ta? Eu sei que é estranha uma desconhecida falar isso, mas eu sei como é ngm entender e talvez ajude conversar. :)

      Excluir
    3. Nossa, eu nunca tinha pensado a respeito desse instinto de sobrevivência!!1 Realmente, faz sentido. Geralmente as pessoas não entendem essas coisas, deturpam, e muitas vezes eu nem culpo elas. Às vezes essa "ignorância" (não é bem essa palavra) é simplesmente por causa do não-sentir-tal-coisa. Eu não sei se você consegue entender, eu não sou muito boa em me expressar, hue. Mas enfim... Numa redação de filosofia este ano em que o assunto era pessoal, eu falei um pouco sobre essas coisas e como elas recaem em outras coisas que acontecem comigo; e a minha professora me disse que é difícil, mas o que precisamos é de equilíbrio. E a luta diária é se manter ali, nesse equilíbrio. E eu também estou tentando, começando pelas coisas mais simples.
      Desculpa se ficou muito confuso, é que geralmente eu não costumo falar sobre isso, e também tenho uma certa dificuldade em usar as palavras pra dizer o que penso/sinto.
      Muito obrigada Nami, obrigada mesmo, de coração <3 Não vou me esquecer disso ;-)

      Excluir
    4. Eu entendi sim :) . É bom saber que tem alguém por ai que me entende um pouquinho

      Excluir
  2. Isso também me deixou meio mal, eu tenho um nojo e um medo dessas redes de fast food, o máximo que já comi lá foi um resto batata frita roubado.
    Isso me fez pensar, as pessoas falam que aproveitam a vida mas não é verdade, eu vou tentar mudar isso, pelo o menos pra mim.
    Beijos ♥ u-nicorn ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aham, temos que ter muito cuidado com esse tipo de comida. Hoje em dia nós nem sabemos de onde vem aquilo, ou como foi feito... TuT
      Exatamente, a vida é uma coisa tão rápida, mas tão rápida que temos que valorizar ela o máximo possível. Kissus Patty :3

      Excluir
  3. É uma sensação meio estranha isso. Mês passado soube que uma antiga professora minha tinha morrido num acidente. É estranho saber que alguém que você conheceu morreu, alguém com quem você conviveu (mesmo por pouco tempo) agora nunca mais vai voltar. Graças à Deus ninguém TÃO próximo da minha família morreu, mas acredito que seja uma dor muito forte.
    Outra coisa estranha (não é que seja estranho. Enfim) é que a gente constrói tanta coisa, conhece tantas pessoas para a morte vim, e acabar com tudo num piscar de olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão estranho, não é? Eu nem consigo explicar, é uma sensação muito esquisita. Eu já perdi pessoas importantes da minha família e infelizmente, tem coisas que eu não sei conviver, não sei superar.

      Excluir
  4. Sim, a morte é cruel. E mesmo que tenhamos como nos preparar, nunca estaremos de fato preparados. Digo isto porque há quatro meses perdi meu pai e, mesmo sabendo que ele era paciente terminal, ainda é difícil aceitar. É impossível se conformar sabendo que uma pessoa, que tinha tantos sonhos quanto eu teve todos eles interrompidos. :(

    Depois do Para Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simm e isso me deixa louca. Acho que qualquer um fica desconcertado diante dessa situação *embora, infelizmente, alguns não* É horrível perder alguém da nossa vida, independente de tudo, desse jeito tão brutal que é a morte, o fim de uma vida, de uma trajetória.
      Eu não sei o que falar.Nem consigo imaginar a dor que você sente.
      É triste.

      Excluir
  5. Nossa estou de boca aberta, um sanduíche? Cara eu sou viciada nessas porcarias que vende na rua ¬¬' Fiquei chocada! Quanto a esse sentimento que vc está tendo eu tbm já tive, foi uma acidente de moto que matou uma namorada de um amigo do meu namorado, mas que mexeu tanto comigo!! Força pra vc, e principalmente para os familiares e amigos dessa garota.

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

olá, obrigada por comentar!
sim, vou responder seu comentário e se você deixar o link do teu blog aqui tentarei fazer uma visita, e, quem sabe, marcamos para tomar sorvete qualquer dia desses.
beijos no coração!